a casa do tempo perdido


A casa do tempo perdido!

"Bati no portão do tempo perdido, ninguém atendeu.
Bati segunda vez e mais outra e mais outra.
Resposta nenhuma.

A casa do tempo perdido está coberta de hera
pela metade; a outra metade são cinzas.

Casa onde não mora ninguém, e eu batendo
e chamando pela dor de chamar e não ser escutado.

Simplesmente bater. O eco devolve minha
ânsia de entreabrir esses paços gelados.
A noite e o dia se confundem no esperar,
no bater e bater.

O tempo perdido certamente não existe.
É o casarão vazio e condenado."


(Carlos Drummond de Andrade)


Tenho estado ausente por problemas de saude na familia,
estou voltando aos poucossssssss... Bjo.

É preciso saber viver...



"Enquanto não encerramos um capítulo, não podemos partir para o próximo.

Por isso é tão importante deixar certas coisas irem embora, soltar, desprender-se.

As pessoas precisam entender que ninguém está jogando com cartas marcadas, às vezes ganhamos e às vezes perdemos.

Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor.

Encerrando ciclos.

Não por causa do orgulho, por incapacidade ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.

Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira. Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é."


Fernando Pessoa

Algo que eleve



Algo que eleve



Com uma vida tão curta, com uma fonte de energia tão pequena, é simplesmente estupidez desperdiçá-la com tristeza, com raiva, com ódio, com ciúme.


Aproveite a vida com amor, aproveite-a fazendo algo criativo, com amizade, com meditação. Faça com sua energia algo que o eleve.


E quanto mais alto for, mais fontes de energias estarão disponíveis para você. No ponto mais elevado da consciência, você é quase um Deus.


Osho, em "Faça o Seu Coração Vibrar"




Tua caminhada ainda não terminou...
A realidade te acolhe
dizendo que pela frente
o horizonte da vida necessita
de tuas palavras
e do teu silêncio.


Se amanhã sentires saudades,
lembra-te da fantasia e
sonha com tua próxima vitória.


Vitória que todas as armas do mundo
jamais conseguirão obter,
porque é uma vitória que surge da paz
e não do ressentimento.


É certo que irás encontrar situações
tempestuosas novamente,
mas haverá de ver sempre
o lado bom da chuva que cai
e não a faceta do raio que destrói.


Tu és jovem.
Atender a quem te chama é belo,
lutar por quem te rejeita
é quase chegar a perfeição.


A juventude precisa de sonhos
e se nutrir de lembranças,
assim como o leito dos rios
precisa da água que rola
e o coração necessita de afeto.


Não faças do amanhã
o sinônimo de nunca,
nem o ontem te seja o mesmo
que nunca mais.


Teus passos ficaram.
Olhes para trás...
mas vá em frente
pois há muitos que precisam
que chegues para poderem seguir-te.


Charles Chaplin

Pode ser perigoso...





Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso.
Nunca se sabe qual é o defeito que
 sustenta nosso edifício inteiro.


Clarice Lispector

Sorri



Nós estamos condicionados a pensar que nossas vidas giram em torno apenas de grandes momentos.

Todavia, os grandes momentos frequentemente nos pegam desprevenidos, eficam maravilhosamente guardados em recantos que os outros podem considerar sem importância.

E da mesma forma ocorrem outros momentos...

As pessoas podem não lembrar exatamente o que você fez, ou até mesmo todas as palavras que você disse...

Mas elas sabem sempre lembrarão de como você as fez sentir.


Esperança





De que me adianta temer o que me aconteceu? O tempo do medo já aconteceu. Agora começa o tempo da esperança. Paulo Coelho

Apesar de...


APESAR DE...

...
uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de.
Apesar de, se deve comer.
Apesar de, se deve amar.
Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o
próprio apesar de que nos
empurra para a frente.
Foi o apesar de que me deu uma
angústia, que insatisfeita, foi a criadora de minha própria vida.

Clarice Lispector

Aprender a Viver...

Ato e Fato

A vida é deleitar-se com ela


A vida é deleitar-se com ela

A vida é um fim em si mesmo. Ela não é um meio de se chegar a um fim, ela é um fim por si só.

O pássaro em pleno voo, a rosa ao vento, o sol nascendo pela manhã, as estrelas à noite, um homem apaixonando-se por uma mulher, uma criança brincando na rua ...

Não existe propósito algum. A vida é simplesmente usufruir dela, deleitar-se com ela. A energia está transbordando, fluindo, sem absolutamente propósito algum.


Osho, em "Faça o Seu Coração Vibrar"

pequenas felicidades


Tudo está certo, no seu lugar, cumprindo o seu destino.
E eu me sinto completamente feliz.
Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas, que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem, outros que só existem diante das minhas janelas, e outros, finalmente, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim.
Cecília Meireles

PrimaVera


A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la. A inclinação do sol vai marcando outras sombras; e os habitantes da mata, essas criaturas naturais que ainda circulam pelo ar e pelo chão, começam a preparar sua vida para a primavera que chega.

Finos clarins que não ouvimos devem soar por dentro da terra, nesse mundo confidencial das raízes, — e arautos sutis acordarão as cores e os perfumes e a alegria de nascer, no espírito das flores.

Há bosques de rododendros que eram verdes e já estão todos cor-de-rosa, como os palácios de Jeipur. Vozes novas de passarinhos começam a ensaiar as árias tradicionais de sua nação. Pequenas borboletas brancas e amarelas apressam-se pelos ares, — e certamente conversam: mas tão baixinho que não se entende.

Oh! Primaveras distantes, depois do branco e deserto inverno, quando as amendoeiras inauguram suas flores, alegremente, e todos os olhos procuram pelo céu o primeiro raio de sol.

Esta é uma primavera diferente, com as matas intactas, as árvores cobertas de folhas, — e só os poetas, entre os humanos, sabem que uma Deusa chega, coroada de flores, com vestidos bordados de flores, com os braços carregados de flores, e vem dançar neste mundo cálido, de incessante luz.

Mas é certo que a primavera chega. É certo que a vida não se esquece, e a terra maternalmente se enfeita para as festas da sua perpetuação.

Algum dia, talvez, nada mais vai ser assim. Algum dia, talvez, os homens terão a primavera que desejarem, no momento que quiserem, independentes deste ritmo, desta ordem, deste movimento do céu. E os pássaros serão outros, com outros cantos e outros hábitos, — e os ouvidos que por acaso os ouvirem não terão nada mais com tudo aquilo que, outrora se entendeu e amou.

Enquanto há primavera, esta primavera natural, prestemos atenção ao sussurro dos passarinhos novos, que dão beijinhos para o ar azul. Escutemos estas vozes que andam nas árvores, caminhemos por estas estradas que ainda conservam seus sentimentos antigos: lentamente estão sendo tecidos os manacás roxos e brancos; e a eufórbia se vai tornando pulquérrima, em cada coroa vermelha que desdobra. Os casulos brancos das gardênias ainda estão sendo enrolados em redor do perfume. E flores agrestes acordam com suas roupas de chita multicor.

Tudo isto para brilhar um instante, apenas, para ser lançado ao vento, — por fidelidade à obscura semente, ao que vem, na rotação da eternidade. Saudemos a primavera, dona da vida — e efêmera.
Cecília Meireles

A arte de ser feliz...


A arte de ser feliz

Houve um tempo em que minha janela se abria sobre uma cidade que parecia ser feita de giz. Perto da janela havia um pequeno jardim quase seco.

Era uma época de estiagem, de terra esfarelada, e o jardim parecia morto. Mas todas as manhãs vinha um pobre com um balde, e, em silêncio, ia atirando com a mão umas gotas de água sobre as plantas. Não era uma rega: era uma espécie de aspersão ritual, para que o jardim não morresse.

E eu olhava para as plantas, para o homem, para as gotas de água que caíam de seus dedos magros e meu coração ficava completamente feliz.

Às vezes abro a janela e encontro o jasmineiro em flor. Outras vezes encontro nuvens espessas. Avisto crianças que vão para a escola. Pardais que pulam pelo muro. Gatos que abrem e fecham os olhos, sonhando com pardais. Borboletas brancas, duas a duas, como refletidas no espelho do ar. Marimbondos que sempre me parecem personagens de Lope de Vega. Ás vezes, um galo canta. Às vezes, um avião passa. Tudo está certo, no seu lugar, cumprindo o seu destino. E eu me sinto completamente feliz.

Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas, que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem, outros que só existem diante das minhas janelas, e outros, finalmente, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim.


Cecília Meireles



Vida é um verbo.
Vida não é um substantivo,
é realmente viver, não vida.
Não é amor, é amar.
Não é relação, é relacionar.
Não é uma canção, é cantar.
Não é uma dança, é dançar.
Veja a diferença, sinta o sabor da diferença.

Osho, em "The Book of Wisdom"

violeta








No misterio do sem-fim equilibra-se um planeta. E no planeta um jardim e no jardim um canteiro no canteiro uma violeta e sobre ela o dia inteiro entre o planeta e o sem-fim a asa de uma borboleta. Cecília Meireles

Aprendi com a primavera; a deixar-me
cortar e voltar sempre inteira. Cecília Meireles






































































Reconduzindo os sonhos

Bookmark and Share

quem reAprende a Sonhar:

Sou quem se delicia com as pequenas coisas que a vida nos oportuniza e com a grandeza existente no coração das pessoas, principalmente com as rotuladas de d'Eficientes, com quem trabalho apaixonadamente e aprendo com a face pragmática do verbo superar. Sou Gorete Negreiros, psicopedagoga, alto-astral, questionadora, educadora e uma eterna aprendiz, apaixonada por flores e pelos amores dos filhos, família, amigos, apaixonada pela viva. Venha para esse nosso jardim de reflexões, reAprender a sonhar...

reAprendendo a Cantar...

...vivendo a música.

"Quem me chamou? Quem vai querer voltar pro ninho, redescobrir seu lugar... Prá retornar e enfrentar o dia-a-dia... Reaprender a sonhar..." Guilherme Arantes
“Ando devagar porque já tive pressa e levo esse sorriso porque já chorei demais.” Almir Sater
“Você não sabe o quanto eu caminhei pra chegar até aqui...” Cidade Negra

"É de manhã, vem o sol mas os pingos da chuva que ontem caiu, ainda estão a brilhar, ainda estão a bailar ao vento alegre que nos tráz esta canção." Tom Jobim/Dolores Duran

"Hoje o tempo voa amor, escorre pelas mãos, mesmo sem se sentir. E não há tempo que volte amor vamos viver tudo o que há prá viver, vamos nos permitir..." Lulu Santos
“E jamais termina o meu caminhar, só o amor me ensina onde vou chegar.” Elis Regina
"Você verá que é mesmo assim que a história não tem fim, continua sempre que você responde "sim" a sua imaginação... A arte de sorrir, cada vez que o mundo diz "não"..." Guilherme Arantes

outubro Rosa = mulher Consciente!

outubro Rosa = mulher Consciente!

tempo de Sonhar

Opte por aquilo que faz o seu coração vibrar... Apesar de todas as consequências. Osho

Um agradecimento especial à Valéria Valério pela criação, formatação e layoutação desse jardim de meditação, plantado no terreno da virtualidade que é o http://reaprenderasonhar.blogspot.com/. Convido a todos a compartilhar comigo desse prazer.

se é pra comentar, COMENTE!!!

seguindo Sonhos...

Quantos mais reAprendendo a sonhar...